A receita

Logo que nasci, caí num pote de doces redondo e irresistível. Só que, em vez de chocolates e cremes açucarados, estava recheado de letras e sons!


As crianças não sabem que nem tudo o que parece é, e nem tudo o que é parece bem. Colocava então os dedos na boca a pensar que seriam trufas e comia frases a sonhar com bolos! Até que um dia as palavras começaram a desabrochar dos dedos. Primeiro enrolavam-se nas mãos miúdas, mas logo cresceram, com o resto do corpo.


Depois de alguns anos transformaram-se, finalmente, em CARAMELO. A provar que as ideias também se fazem com coisas doces… que se derretem no coração!

Menção Honrosa Internacional
Website Malware Scan